• Marco Bini

O segredo dos 8 demônios internos da procrastinação.


Procrastinação, o mal do século! Quantos sonhos já deixaram de ser realizados por inação? Quantas coisas você já deixou de fazer por que algo dentro de você te impediu?


O primeiro passo é entender que sim, você é perfeito, porém junto com sua mente existem alguns demônios que sussurram no seu ouvido o dia inteiro. Eu os chamo de DEMÔNIOS DA PROCRASTINAÇÃO e se quisermos ter sucesso em qualquer área de nossas vidas, precisamos respeitá-los e lidar com a presença deles.


Nesse post eu irei abordar somente esses demônios internos, que na minha visão, já ganham 80% do jogo. Durante a leitura, anote aqueles que você acredita que possui com você e coloque um grau de intensidade. Autoconhecimento é a chave da libertação.


São 8 as vozes internas que eu consegui identificar entre meus clientes, conversas com meus colegas profissionais e em mim mesmo. Se você conhecer mais algum, comente e vamos expandir nosso conhecimento.


O PERFECCIONISTA - Esse talvez seja um dos maiores demônios que existem dentro de nós. Para ele nada está bom o suficiente para estar completo, por exemplo, para fazer um vídeo, você precisa da melhor câmera, do melhor cenário, do melhor áudio, silêncio total e assim vai. Porém, quando você tiver a melhor câmera, você precisará de uma nova câmera, pois a sua já está desatualizada e assim vai. Nunca será o tempo, o lugar, a mensagem, o estilo, e o que for, certo. Quem trabalha com arte têm muito desse ser dentro de si, pois sempre pode acrescentar algo melhor, mudar uma cor, mudar uma composição e etc. O segredo é entender que essa voz interior estará sempre presente, porém é necessário entregar um projeto no prazo X. O importante é fazer e melhorar no próximo passo, na próxima entrega e não ser perfeito no primeiro momento. Muitos "chefes" alimentam esse demônio em seus funcionário querendo tudo PERFEITO NA PRIMEIRA vez, sendo que esquecem que o papel deles é ver os pontos de melhoria e inspirar essa mudança positiva. Evolução consiste em entregar, aprender, evoluir e entregar de novo.


O PREGUIÇOSO - Esse é super engraçado de perceber, pois ele compara a si mesmo e se auto menospreza. Ele acredita que as coisas são difíceis e que pode não alcançá-las, então prefere não fazer. Um bom exemplo é a corrida de rua, a pessoa pensa que não poderá correr 5km logo no primeiro dia e então desiste de começar porque não irá conseguir. Esse demônio está muito focado no resultado imediato e se não houver, para que vale o esforço? Quantas pessoas se esforçam para jogar na "mega da virada" e quantas se esforçam em construir seu próprio patrimônio em 1 em 1 real? Se não for fácil o resultado, não fará. Escolha começar algo e não vá atrás de resultado, só mantenha o seu compromisso e veja até onde irá chegar.


O COMPARADOR - Esse, para mim, é o demônio superior da nossa atual realidade. A gente se compara com o sucesso dos outros em determinada atividade e se bloqueia por insegurança. Nossa, o João levanta 100kg no supino, eu não levanto nem 10, porque irei treinar? A blogueirane tem 100.000 seguidores, eu tenho 1.000, porque eu irei começar o meu projeto? O fulano já ganha 50k por mês, como eu posso competir com ele? O comparador é um competidor nato, de si consigo mesmo e seus competidores nem sabem que ele existe! A gente fica se comparando, vendo a grama mais verde no jardim ao lado e esquece que o "cara do lado" também começou de passo em passo. Toda construção começa com 1 tijolo. Uma das atitudes de um cliente, foi excluir as redes sociais de seu celular e deixar alguns horários para vê-los do computador. Máximo de 10 minutos por dia. Era o suficiente para ele priorizar família e amigos próximos e não se comparar com seus concorrentes e pessoas do mesmo ramo. Resultado? Produtividade aumentou e seus resultados financeiros também! Muita comparação é muita competição. Que tal trabalhar colaboração? Como sua vida poderia ser diferente?


Você está anotando quais os demônios que você possui e suas intensidades? Reconhecer é o primeiro passo!


O FUTURISTA - Ah... esse cara é esperto demais. Esse demônio tem uma visão de longo alcance, muito longo, longo até demais. Porém, ele esquece que a visão de longo alcance é proveniente de uma coisinha chamada IMAGINAÇÃO! E esse cara fica criando diversos cenários lá na frente e questionando o caminho atual. O cara cria tantas possibilidades no futuro que impede o avanço no presente. Se eu for para a academia, ficar magro e saudável, talvez a minha mulher que goste de mim gordinho irá me largar. (rs) Se eu fizer o curso de Hipnose agora, eu talvez não use daqui 10 anos, para que irei fazer? Se eu criar uma empresa agora, será que em 15 anos eu ainda vou querer estar com essa empresa? São milhões de perguntas e dúvidas que surgem no futuro, sendo que o único momento que você tem que pensar é AGORA! O que você quer fazer agora? Qual o primeiro passo que você precisa dar? Se joga naquilo que você quer. Tenho uma cliente que se jogou no mundo da organização pessoal para aprender a ensinar o marido a arrumar as coisas dele, hoje largou tudo para ser personal organizer (e bem sucedida). Saber o que vai acontecer daqui 5, 10 ou 20 anos é muito bom, porém sem agir, você nunca saberá como será.


O LEIGO - "Eu não sei como!" é a principal frase que esse demônio sussurra em nossos ouvidos. Não irei fazer, pois não sei como fazer. Só irei começar depois que ler 10 livros sobre o assunto, assistir uns 100 vídeos, participar de uns 5 seminários e talvez assim eu tenha certeza de fazer o certo. Quantas coisas você já deixou de fazer por não saber como faz? Eu, muitas! Porém, aprendi que tudo tem um começo e que o maior aprendizado vem através da experiência. Dá uma olhada na PIRÂMIDE DE WILLIAM GLASSER.


Quando lemos, ouvimos e observamos, até aprendemos, porém o grau de retenção é baixo e a evolução de aprendizagem é pequena. Porém, quando fazemos aumentamos consideravelmente o nosso aprendizado. Isso faz com que erremos mais e, consequentemente, aprendamos mais sobre o assunto. A busca pela solução é uma das mais magnificas formas de aprender. Quem é meu cliente sabe como é divertido quando eu aponto para uma direção e eles começam a aprender um monte sobre um assunto que jamais pensariam em aprender. O "não sei como" pode ser compreendido e sua solução está na busca do primeiro ou do próximo passo, nada mais do que isso. Pense grande, pense longe, mas aja em curto tempo.


O OUVINTE IDIOTA - Sim, não vou economizar palavras para esse demônio que há em nós. Ele é um idiota por escutar o que as outras pessoas falam e incapacita nossa maior habilidade que é o pensamento próprio. Esse demôninho fdp é muito presente principalmente em pessoas inseguras. Eu era MUITO assim na minha juventude. "Marco, vai ficar no Gol que é o melhor lugar para você, eu "apanhava" no gol e não defendia nada." "Marco, vai estudar matemática para você fazer engenharia, porque design e comunicação não dão dinheiro." Além da grama sempre ser mais verde no vizinho, você tem uma porrada de amigo apontando para todos os jardins do condomínio, menos o seu. Pior é a história de um amigo que sempre queria emagrecer e cada amigo desse amigo (complicou agora) dava dicas diferentes, come só ovo, só leite, só carboidrato, só água por 7 dias, não dorme. Várias dietas milagrosas, que ninguém praticava, mas ele ia lá testar. Quer opinião boa? Vá atrás de quem já conquistou aquilo que você quer. Pague um mentor, não fique na deriva daqueles que não sabem nada, mas sabem de tudo. Cadê a opinião própria e a pesquisa? Esqueça o que as outras pessoas falam e pensam. Seja um guerreiro e domine suas opiniões sobre si mesmo e sobre os assuntos que te interessam. Aja, em relação as suas opiniões e não pare! Agradeça a opinião dos outros e descarte, só a sua importa.


O SALTADOR - Esse cara é um bom fazedor, até passa liso no "check-up de procrastinação", porém ele é uma armadilha escondida. Esse demônio faz você começar uma coisa e não terminar. Você dá o primeiro passo, porém não dá o último e sim o resultado está no último passo e não no primeiro. O importante é sempre estar caminhando. Esse demônio faz você começar uma empresa, cansou, mudou, cansou de novo, mudou, não deu o resultado que quer, muda, não teve o que precisa, muda. Para vencê-lo é necessário um alinhamento interno e um plano de ação curto e constante, senão você fica começando várias coisas e não termina. Você tem que cavar fundo dentro do assunto que quer, sem parar. Tenha seus respiros, porém não pare. Existe a história de um homem que sabia que tinha um poço de petróleo em seu terreno nos Estados Unidos, ele cavava um buraco, logo desistia e cavava outro e desistia e cavava outro. Cavou centenas de buracos no seu terreno e nunca achou nada. Um outro homem comprou seu terreno e sua máquina, muito preguiçoso escolheu um ponto só e ficou perfurando bem fundo, até que alcançou o petróleo. O erro foi o primeiro homem não ter escolhido um buraco e ter persistido. Como essa história pode se relacionar com alguma de sua vida? Lembre-se: "Riqueza está em se comprometer com uma ideia de cada vez."


O último é muito confundido com o Perfeccionista, porém são diferentes:


O PESSIMISTA - Batizado como o Criador de Merda - Esse cara é do mal mesmo, pois ele fala para você todas as coisas que podem dar errado. Tudo tem uma versão negativa, horripilante e que envolve grandes desesperos. O perfeccionista acha que algo ainda não está bom e continua a trabalhar, o pessimista acha que tudo irá dar errado e nem começa. Recentemente convidei um colega para treinar Kung Fu comigo e ele respondeu que não, pois iria ficar dolorido nos próximos dias, que existe a possibilidade de quebrar algum membro, que isso e aquilo. Eu cortei! Quando a gente percebe e escuta muitas desculpinhas esse demônio tem grande probabilidade de estar presente. Porém, não irei negar que um pouco de pessimismo ajuda aqueles que possuem uma necessidade de segurança muito alta a sobreviverem nesse mundo, só que existe o limite onde a ação se torna inação e esse limite não pode ser alcançado. Para vencer essa voz interna é necessário olhar para as coisas boas que podem acontecer como fruto daquilo que irá fazer e traçar planos que te "defendam" e te deixem "no controle" em relação a esses pensamentos. É uma negociação interna.


Ah... se pudéssemos gravar nossas conversas internas, como esses demônios falam com a gente o tempo todo, tenho certeza que daríamos muitas risadas de nós mesmos.


E aí? Quantos desses demônios você tem? Comenta para eu saber? Eu tenho todos!


Como fazer para se livrar desses demônios? Se livrar é meio que impossível, eles estão dentro de você, fazem parte de você, fazem parte de como você foi criado e quais influencias você recebeu quando pequeno. Porém, agora você sabe nomeá-los, sabe identificá-los e o que precisa fazer é entender o comportamento deles dentro de você. Sabendo como se comportam e o que dizem, você pode começar a agir diferente e não alimentá-los. Quanto menos atenção você der, eles ficarão menores e você mais forte, sua procrastinação tenderá a reduzir e será uma pessoa mais produtiva, junto com todos os resultados que pessoas realizadoras possuem.



Marco Antonio Bini  2016-2018 - Todos os direitos reservados.

contato@marcoantoniobini.com