• Marco Bini

7 passos para se livrar das dívidas de Dave Ramsay



Nessa semana eu tive a oportunidade de passar um pouco de conhecimento para um cliente meu sobre como sair da dívidas para iniciar seus empreendimentos. Ele é um cara muito inteligente e com um projeto MARAVILHOSO, só que para conseguir executar ele precisará de sair do vermelho e ter um pequeno saldo financeiro.


Dentro dessa conversa inspiradora, umas das questões era realmente como cuidar da saúde financeira. Eu acredito que se você não consegue cuidar do seu dinheiro, não conseguirá cuidar do dinheiro da empresa. Se você não consegue administrar R$100, não conseguirá administrar R$10.000.000.


Dinheiro é matemática pura! O que ninguém observa são as emoções vinculadas ao dinheiro e elas dizem muito sobre a forma como investimos, gastamos, guardamos ou até rejeitamos nosso dinheiro. (Sim, há uma minúscula parcela da população que rejeita dinheiro).


Para ensiná-lo sobre esse processo, eu acabei usando as estratégias do Dave Ramsay, que é um expert em salvar pessoas de seus débitos acumulativos, aquela bola de neve que nunca para.

Os 7 passos de bebê que ele recomenda são muito importantes, pois eles seguem uma estrutura que te dá suporte e que faz o processo ser menos doloroso.


Citando o próprio Dave:

Planeje seu trabalho, trabalhe em cima do plano!

Nessa empreitada, CADA CENTAVO CONTA ! Então tenha suas contas bem planejadas. Você irá adorar a caminhada e o alívio que sentirá quando estiver livre de débitos!


Bora entender um pouco dos 7 passos e como aplicá-los no seu dia a dia? Eu garanto que esse será um aprendizado que irá mudar a sua vida.


7 PASSO DE BEBÊ DE @DAVERAMSAY


Passo 1: Tenha um fundo de emergência de 1.000 reais

Esse passo é extremamente importante. Você precisa ter um pequeno fundo para eventuais emergências que aparecerem no seu caminho como um acidente, a necessidade de arrumar algo que quebrou em casa, fazer a compra do supermercado e coisas que são essenciais.


Outro dia, uma amiga me perguntou se comprar o presente de casamento da amiga dela era algo que ela poderia usar o dinheiro do fundo dela. NÃO! Você não pode dar o que não tem. Sua amiga vai continuar te amando dando o presente ou não, se isso não acontecer, é bom rever a amizade! :D


Passo 2: Pague todas as contas que tem juros altos e acumulativos

Pague todas as contas de cartão de crédito, crédito rotativo do banco e etc. Esses créditos possuem um custo de manutenção absurdo. Você pode negociar um empréstimo com juros mais baixo para pagar o que precisa, para reduzir a bola de neve. (atenção, você precisa pagar o empréstimo também!) Negocie bem.

Carro, casa e outros grandes bens, possuem taxa de juros fixa, então você pode segurar um pouco para pagar essas contas.


Passo 3: Crie uma reserva de 3 a 6 meses

Depois de acabar com a bola de neve de débitos, você pode começar a economizar e ter de 3 a 6 meses de reserva em um banco paralelo (de preferência que deixe o dinheiro rendendo). Você calcula o valor contando cada mês com base nos seus gastos mensais.

Exemplo: Você tem um gasto mensal de 5.000, você precisa ter no banco 30.000.

Dica: Hoje existem bancos com agência virtual que não tem custo de manutenção ou cesta de serviços, você pode deixar o dinheiro separado lá.


Passo 4: Invista 15% da sua renda para a aposentadoria

Investir e criar sua liberdade financeira mensalmente ou a cada recebimento é extremamente importante. Tanto para finanças pessoais como para empresas. Pegar 15% da sua renda e aplicar em alguns investimentos pode fazer maravilhas para o seu futuro e para o de seus filhos. Com uma boa educação financeira, sua família pode prosperar por gerações.

Então crie o hábito de investir e de escolher bons investimentos.

Dica: Nos bancos estão os piores investimentos existentes. Busque investir com corretoras, há muitas que são sem custo e oferecem boa performance.


Passo 5: Economize para a Educação de seus filhos

Com o passo anterior já se tornando um hábito, junte um valor da sua renda mensal para cuidar da educação dos seus filhos e sua também. Eu, por exemplo, invisto 10% do que ganho em meu aprendizado. (Nas épocas que estou tranquilo! rsrs) Então, guarde um montante para que você possa oferecer a melhor educação para sua próxima geração. Esse momento de pagar escola e faculdade pode ser algo MUITO difícil se não tiver planejamento.


Passo 6: Pague as grandes contas, principalmente a casa!

Renegocie suas dívidas e tente reduzir o prazo o máximo possível, faça aportes para pagar a dívida o mais rápido possível. Pequenas quantidades já podem fazer uma grande diferença no montante geral. Essa é a última dívida e a mais importante, pois é a casa em que você vive, sua garantia de teto.

Se você mora de aluguel, só mantenha-se pagando seu aluguel. Se considerar comprar uma casa, planeje-se para isso e para fazer as acelerações de pagamento no meio do caminho.


Passo 7: Comece a construir sua fortuna e doe

Agora você está pronto para criar sua fortuna e doar. Construir sua fortuna pode ser de pequenos em pequenos investimentos, somados ao Passo 4. Fazer o dinheiro trabalhar para você te trará uma tranquilidade e qualidade de vida. Além de investir, DOE! Para mim, esse passo é extremamente importante. Doar não tem nada a ver para quem ou quanto, e sim o ato da doação trabalha o seu relacionamento com dinheiro e suas crenças em relação a abundância e escassez. Posso falar mais do poder da doação em outro post.


Agora você pode olhar para sua contas e fazer um incrível planejamento de suas finanças. Está no momento de você controlar o dinheiro e não ele controlar você. Pois, dinheiro são somente números, o segredo está nas emoções ligadas a ele.


Espero que esse post tenha te trazido um insight para sua vida financeira.

0 visualização

Marco Antonio Bini  2016-2018 - Todos os direitos reservados.

contato@marcoantoniobini.com